Crônicas

04 de setembro de 2021

Mulheres (Por Hildeberto Barbosa Filho)

Existem as hegelianas. São raras como a verdade filosófica. As que só leem Montaigne e gozam depressa, com tédio e sem viagens. Não gosto muito das que dormem com Nietzsche e só amam o super-homem, certas de que Deus... Ler mais

28 de agosto de 2021

Toda poesia é erótica (Por Hildeberto Barbosa Filho)

Dinarte Bezerra, professor do curso de Comunicação Social da UFPB, convida-me para participar de uma mesa redonda sobre Literatura e Erotismo, em seminário sob a sua coordenação. Pede-me para falar a respeito da “poesia erótica”. Cá com meus botões,... Ler mais

28 de agosto de 2021

Minha louca sorte (Por Kubitschek Pinheiro)

Uma pessoa é muita coisa ao mesmo tempo. O mindinho e seu vizinho. Pulsação a pulsação. E ainda dizem que a gente não aguenta o rojão… Movemo-nos numa manhã tropical. Meus passos rápidos chegam tarde, a madrugada já foi... Ler mais

22 de agosto de 2021

A aventura sumiu (Por Kubitschek Pinheiro)

Veio um imêio de alguém. Eu já tinha perguntado se na vida de tal pessoa havia sexo, aventura e rock and roll em quantidade suficiente. Não que eu tenha sido deselegante. Jamais. Era uma pergunta sem peso, pelo menos,... Ler mais

10 de agosto de 2021

Sócrates me ligou (Por Kubitscheck Pinheiro)

O telefone tocou. Era um número desconhecido. Não quis atender. Disse que era Sócrates. “Boa tarde Sr. K, como vai o Brasil? É o doutor Sócrates, o jogador? “Não, não sou do tempo de doutorados”, respondeu. Quem está falando?... Ler mais

07 de agosto de 2021

Mataram o filho da cantora (Por kubitschek Pinheiro)

Sinapses de tragédias cyberbullying. Desvantagens. Seres ou não seres. Muito do que se passa pela cabeça de uma pessoa xenofóbica foi ampliado no território da Internet (o que significa algo a pensar e muito). As agressões são automáticas. Quando... Ler mais