Crônicas Arquivo – Página 13 de 19 – Heron Cid

Crônicas

10 de fevereiro de 2021

O pior sintoma da covid

Encerro hoje o ciclo da quarentena da covid. Foram duas semanas de cárcere privado, o isolamento doméstico a que todo doente se submete para evitar disseminação do contágio. Febre, indisposição, tosse seca, dor de cabeça, ausência de paladar e... Ler mais

06 de fevereiro de 2021

O caminhão de Zé de Preta (por Magno Martins)

Recordações do passado ficam guardadas no baú das memórias para sempre. Esta incrível foto, resgatada na página das memórias deh Afogados da Ingazeira, aberta na Internet por Fernando Pires e agora tocada por Rodrigo Pires, me transportou ao túnel... Ler mais

04 de fevereiro de 2021

Minha amiga, dona Maria

Convalescendo em oitavo dia de covid, despeço-me à distância de uma amiga, também vítima deste mal. Diferente de mim, que a idade ajuda, dona Maria Juvenal enfrentou o pior da doença. Minha vizinha de Rua Ana Rocha, em Marizópolis-PB,... Ler mais

31 de janeiro de 2021

No meio do (meu) caminho tinha a covid

Por essas horas, eu deveria estar em Brasília ao lado dos queridos companheiros Wallison Bezerra e Anderson José, da RedeMais. Faria com eles uma semana de cobertura especial no Congresso planejada há meses. Juntaria-me, também, ao confrade e irmão... Ler mais

30 de janeiro de 2021

Como não amar Brasília! (por Magno Martins)

Ficar hospedado às margens do Lago Paranoá, em Brasília, faz bem ao ego e ao espírito. Amo a corte e suas paisagens lindas, como morro de paixão por outras duas cidades da minha vida, Afogados da Ingazeira e Recife.... Ler mais

30 de janeiro de 2021

Novo ensaio da cegueira (por Kubitsheck Pinheiro)

Nova York, 1870. Gostei  de rever “A Época da Inocência”, (1993), de Martin Scorsese, (foto)  depois de ouvir trechos de uma palestra de Marcelo Backes,  sobre o tema, que uma amiga me enviou. Não me lembrava ou talvez, no... Ler mais

28 de janeiro de 2021

O infalível arquivo de Roberto Cavalcanti

Sou daqueles que não consegue lembrar bem nem o número do próprio endereço. A placa do carro pior. Graças a Deus, guardei no juízo o CPF, de tanta e recorrente precisão. Começo de manhã, o telefone toca. Do outro... Ler mais

23 de janeiro de 2021

Poema e pedagogia (por Hildeberto Barbosa Filho)

Sempre acreditei na dimensão lúdica da relação ensino-aprendizagem. A sala de aula, para além das amarras das quatro paredes e dos compromissos da disciplina, constitui também uma esfera possível para o prazer. E o prazer é pedagógico, infinitamente pedagógico.... Ler mais