Brasas

João e os “malandros”

14 de dezembro de 2019 às 13h15

É compreensível a indignação de João Azevêdo (sem partido) com certos comportamentos sabidamente incoerentes e demagógicos no debate da reforma da PBPrev, mas ao chamar parte dos deputados da oposição de ‘malandros’ o governador saiu da linha de sua principal característica: o equilíbrio e a moderação política. Além do mais, o termo e a abordagem não combinam com o João dos últimos 11 meses.

Comentários