Opinião Arquivo – Página 21 de 159 – Heron Cid

Opinião

03 de outubro de 2021

Voto de emoção, o barato que sai caro (Por Dora Kramer)

As posições extremadas na política animam o ambiente eleitoral, quanto a isso não há dúvida. A polarização “dá onda”, ativa a adrenalina geral, como mostra o destaque obtido por personagens adeptos desse tipo de estilo. Usuários da excitação conquistam... Ler mais

03 de outubro de 2021

Agressividade à esquerda (Editorial do Estadão)

O editorial de O Estado de São Paulo deste domingo faz uma análise sobre radicalização política e a semelhança, por incrível que pareça, das armas políticas dos extremos da polarização: a agressividade discursiva e o absolutismo messiânico. Ao fim,... Ler mais

01 de outubro de 2021

Tempo de Sérgio Moro passou

Tem razão o jornalista Thomas Traumann, quando na Veja, diz que o tempo do ex-juiz Sérgio Moro já passou. O tempo, frise-se, de uma candidatura. Moro ensaia uma postulação pelo campo da chamada terceira via. A esta altura, uma... Ler mais

29 de setembro de 2021

João tem o que mostrar e o que dizer a Campina Grande

Tem sido assídua a presença do governador João Azevêdo em Campina Grande. Da última vez, semana anterior, passou o dia inteiro. Uma agenda que foi do começo da manhã ao fim da tarde. Se quiser ir toda semana, terá... Ler mais

27 de setembro de 2021

Miguel Coelho pede passagem (Por Magno Martins)

“Quem é coxo, parte cedo”, já dizia Ulysses Guimarães, o Senhor Diretas, estadista que inaugurou a nova ordem democrática no Brasil com a Constituição de 88, após 21 anos de ditadura militar. Valente, conciliador, nacionalista convicto, Ulysses participou de... Ler mais

26 de setembro de 2021

Delírio tropical (Por Dora Kramer)

A cada episódio do espetáculo de desmoralização da Presidência da República estrelado por Jair Bolsonaro há dois anos e oito meses, as pessoas se perguntam qual é a razão de o presidente insistir na marcha da própria insensatez. Buscam-se... Ler mais

26 de setembro de 2021

A democracia aprendiz (Por Fernando Schüler)

Desde o início do atual governo, e mesmo antes, escutamos que nossa democracia está por um fio, que estamos muito perto do abismo, que andamos, a cada duas ou três semanas, na iminência de um “golpe”. Nos últimos tempos... Ler mais

24 de setembro de 2021

O país das cartinhas de conveniência

Quer dizer que 48 horas depois de incendiar a República, com bravatas, crimes de responsabilidade e a ameaças institucionais, basta escrever uma carta com a ajuda de um ex-presidente que tá tudo certo? Então, depois de uma delação aprovada... Ler mais