Opinião

Miguel é quase unanimidade (Por Magno Martins)

16 de setembro de 2021 às 12h55 Por Heron Cid

Com praticamente nove meses da segunda gestão, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (DEM), se de fato for mesmo candidato a governador nas eleições do ano que vem, terá uma grande vitrine para apresentar ao Estado: um novo recorde de aprovação. Segundo pesquisa do Instituto Opinião, postada ontem neste blog, o agora democrata, ex-MDB, tem a marca de 90% de aprovação popular.

Em alguns cenários, essa popularidade assusta. Na consulta por área, Miguel atinge 100% de aprovação na zona urbana em cinco bairros: Alto do Cocar, Atrás da Banca, Pedra Linda, Pedro Raimundo e São José. Na zona rural, o democrata alcança 100% de aprovação nos distritos de Tapera e Vila 12. Nunca na história de qualquer cidade brasileira há conhecimento de igual fenômeno.

Os maiores percentuais de aprovação dele estão entre os eleitores dos 35 aos 44 anos (96%), entre os que têm grau de instrução superior (92,2%) e entre os que possuem renda familiar de dois a cinco salários mínimos (95,2%). Por sexo, 91,7% dos que aprovam são mulheres e 89,6% são homens. Quando é avaliado o desempenho da gestão, Miguel tem 85,6% de avaliação positiva, somando os índices ótimo (40,2%) e bom (45,4%). Entre os que consideram regular, o percentual é de 10,2%, já os que julgam ruim (1,4%) e péssimo (1%) chegam a apenas 2,4%.

O percentual dos que não sabem ou não responderam é de 1,8%. Para os entrevistados que aprovam, 21,9% consideram o prefeito um bom administrador, 19% avaliam que a cidade está progredindo, 10,2% julgam que ele trabalha melhor que os prefeitos anteriores, 7,7% o enxergam como trabalhador.

Já 7,3% consideram que Miguel ajuda a população e outros 7,3% que o gestor é uma boa pessoa. Quanto à percepção sobre o município, 75% dizem que a cidade está progredindo, enquanto 15,2% dizem estar parada e 4% apontaram que está regredindo. Entre os que não sabem, estão 5,8%. Sobre os itens que a população aponta entre os problemas mais urgentes, estão saúde pública (25,2%), desemprego (18,4%), saneamento básico (11,2%) e segurança pública (9,4%). Com relação à pandemia da Covid-19, 49,6% disseram que o prefeito está fazendo um bom trabalho, enquanto 29,8% avaliaram que é excelente e 16% como regular. O trabalho de combate ao novo coronavírus é ruim para apenas 1,4% e péssimo para 0,8%, já 2,4% não responderam.

O Instituto Opinião levantou o cenário eleitoral para 22. Entre os candidatos a governador, Miguel Coelho lidera no município com enorme vantagem, com 75%. Bem atrás, empatados tecnicamente, estão a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), com 1,4%; o prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira (PL), com 0,8%; e o ex-prefeito do Recife Geraldo Júlio (PSB) – também com 0,8%. O ministro Gilson Machado Neto estava entre os nomes listados, mas não pontuou. Brancos e nulos atingem 9% e indecisos chegam a 13%.

Blog do Magno Martins

Comentários