Ponto de Interrogação

Por que nenhuma liderança da esquerda disse um pio contra a fala preconceituosa de Alberto Fernándes sobre o Brasil?

10 de junho de 2021 às 17h22
Pedro Sánchez (à esquerda) e Alberto Fernández na coletiva de imprensa nesta quarta-feira em Buenos Aires.JUAN MABROMATA / AFP

“Octavio Paz escreveu uma vez que os mexicanos vieram dos índios, os brasileiros vieram da selva, mas nós, os argentinos, chegamos em barcos. Eram barcos que vinham da Europa”. A frase é do presidente da Argentina, Alberto Fernández, em entrevista coletiva ao lado do presidente do Governo da Espanha (primeiro-ministro), Pedro Sanchez, a quem certamente quis agradar com espírito serviçal.

Por que até agora nenhuma grande liderança de esquerda no Brasil fez qualquer comentário ou crítica a afirmação nitidamente preconceituosa do argentino? Porque ele derrotou o projeto de direita em eleições recentes no país vizinho, motivo até de comemorações vermelhas por aqui?

Se for só por isso, o motivo do silêncio é selvagem.

Comentários