Bastidores

A ação da oposição, a reação do governo

13 de maio de 2021 às 17h10
João Azevêdo, governador da Paraíba

Bastou a oposição tirar a cabeça do buraco e se movimentar para o governo reagir, de pronto.

Presidente estadual do PSDB, Pedro Cunha Lima fez movimentos políticos para dentro e para fora da oposição e jogou a candidatura na rua, inclusive, com acenos para o radialista Nilvan Ferreira.

O governo, por sua vez, se mexeu.

Começou atraindo dois prefeitos oposicionistas, entre eles, Erivan de Biu, de São Vicente do Seridó, filiado ao PSD, de Romero Rodrigues, virtual candidato ao governo.

Um dia depois, a articulação governista consolidou a adesão emblemática de um prefeito tucano, Luquinha do Brasil, de Marizópolis, integrante da base de Pedro, ao governador João Azevêdo.

Ação e reação contínua.

Comentários

error: Conteúdo Protegido !!