Bastidores

Efraim Filho botou os bois na frente do carro

4 de maio de 2021 às 16h52

A eleição de senador em 2022 será muito diferente de 2018. Não só porque eventuais concorrentes vão disputar apenas uma vaga.

Pleito assim costuma ser muito atrelado ao candidato a governador. Portanto, o cabeça de chapa tem influência muito substancial na disputa.

O que faz a corrida começar mais cedo para a garantir o espaço na chapa. E não basta perfil e conceito, que são importantes. As costuras políticas, nesses casos, costumam fazer muita diferença no caminho preparatório.

Efraim Filho, deputado federal do DEM, garimpa nas jazidas possíveis até acumular patrimônio político eleitoral valioso para entregar um conjunto expressivo de lideranças em seu entorno.

Não pode cometer, porém, o erro de antecipar demais um processo que ainda guarda outros componentes preciosos, como o momento da eleição e a conjuntura estadual e nacional e a disposição de concorrentes de peso.

Queimar a largada é fatal.

Até aqui, o filho de Efraim Morais joga xadrez. Com cálculo e nenhuma pressa. Mas, o suficiente para mandar dizer a ágora paraibana que começou a demarcar território.

Diferente de quem bota o carro na frente dos animais, Efraim Filho vai preparando a estrutura que pode puxar seu carro.

Comentários

error: Conteúdo Protegido !!