Bastidores

Pesquisa Opinião: eleição em Caruaru deve terminar no 1º turno; e em Campina?

23 de outubro de 2020 às 19h32

Se as eleições fossem hoje, a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), estaria reeleita no primeiro turno, com 59,8% das intenções de voto. Os números são do Instituto Opinião, parceiro deste Blog, em pesquisa contratada pelo Blog de Magno Martins, de Pernambuco, em parceria com a Rádio Cultura do Nordeste.

A tucana abre uma frente de 44,8 pontos sobre o delegado Lessa (PP), que aparece com 15%. Abaixo, aparecem Raffiê Dellon (PSD), com 3,8%, Marcelo Gomes (PSB), 2% e Marcelo Rodrigues, do PT, 1,6%. O candidato da UP, Rafael Wanderley, pontuou apenas 0,2%. Brancos e nulos somam 6,4% e os indecisos são 11,2%.

Como Campina Grande rivaliza em tudo com Caruaru, fica uma pergunta no ar: na Rainha da Borborema a disputa termina no primeiro turno como na rival pernambucana?

O começo da reposta sai na próxima segunda-feira, quando o Portal MaisPB e o Programa Hora H, às 18h, divulgam pesquisa do Instituto Opinião com um panorama da eleição na cidade.

Até lá pouca gente dorme em Campina. Faltará ansiolítico nas farmácias…

Raquel tem 59% e vence no primeiro turno em Caruaru

No levantamento espontâneo, em que o entrevistado é forçado a lembrar o nome do postulante sem o auxílio do disco com o nome dos candidatos, Raquel aparece com 58,8%, enquanto Delegado Lessa tem 9,6% e Raffiê Dellon 3%. Marcelo Gomes e Marcelo Rodrigues surgem empatados com 1% das intenções, cada. Os eleitores não citaram Rafael Wanderley. Brancos e nulos atingem 5,8% e os indecisos vão a 20,8%.

Em relação à rejeição, o socialista Marcelo Gomes lidera. Entre os entrevistados, 15% disseram que não votariam nele de jeito nenhum, seguido pelo pepista Lessa, com 12,8%. A prefeita Raquel Lyra é rejeitada por 9,4% dos eleitores, Raffiê Dellon por 8,6% e Marcelo Rodrigues por 7,4%. Rafael Wanderley é tem rejeição de 3%. Dos entrevistados, 39% não rejeitam nenhum dos candidatos, enquanto 4,8% rejeitam todos.

Raquel também bate todos no segundo turno

O Instituto Opinião também simulou cenários de segundo turno. Em um deles, foram listados os nomes de Raquel Lyra e Delegado Lessa. A prefeita chega a 65% contra 18,4% do oponente do PP. Brancos e nulos somam 7% e 9,6% não souberam responder.

Em outro cenário, entre Raquel e Raffiê Dellon, a tucana chega aos 69,2% das intenções, enquanto o candidato do PSD vai a 13%. Brancos e nulos representam 8,8% e os indecisos são 9%.

Quando enfrenta Marcelo Gomes (PSB), a prefeita soma 71% das intenções contra 11,4% do postulante do PSB. O índice de brancos e nulos vai a 9% e o de indecisos chega a 8,6%.

A pesquisa do Instituto Opinião, de Campina Grande (PB), foi a campo entre os dias 19 e 20 deste mês, com a aplicação de 500 questionários. A margem de erro é de 4,4 pontos percentuais para mais ou para menos e o intervalo de confiança de 95%. A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação.

O levantamento é representativo dos eleitores da área pesquisada (o município de Caruaru) e foi selecionado da seguinte forma: primeiro na aleatorização da amostra em quatro estágios (bairro/localização, rua, domicílio e entrevistado) e depois em um controle das variáveis (sexo e faixa etária), ponderado de acordo com os dados obtidos junto ao TSE e TRE-PE. A pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral sob o protocolo PE-00207/2020.

Quando a consulta é estratificada, as maiores taxas de intenção de voto de Raquel estão entre os eleitores idosos (68,2%), entre os eleitores com grau de instrução superior (68,3%) e entre os eleitores com renda familiar acima de cinco salários (71,0%). Por sexo, tem a preferência de 61,4% dos homens e 58,5% das mulheres.

Já Delegado Lessa tem seus maiores índices de voto entre os eleitores da faixa etária dos 25 aos 34 anos (18,4%), entre os eleitores com grau de instrução fundamental 2 (16,2%) e entre os eleitores com renda familiar de até dois salários (17%). Por sexo, 16,6% são homens e 13,7%.

Raffiê Dellon, por sua vez, tem a preferência dos eleitores na faixa etária dos 25 aos 34 anos (5,3%), dos eleitores com grau de instrução ensino médio (5,3%) e dos que possuem renda familiar de até dois salários (4,7%). Por sexo, 4,7% são mulheres e 2,7% são homens.

AVALIAÇÃO DE GESTÃO

O Instituto Opinião também perguntou aos entrevistados sobre o grau de satisfação com os três níveis de poder – federal, estadual e municipal. A administração da prefeita Raquel Lyra tem uma grande aprovação de 78,6%, já 15,4% não aprovam. Somente 6% não responderam.

O governador Paulo Câmara (PSB), por sua vez, tem desaprovação de 54,6% e é aprovado por 30,6%. Já o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) conta com aprovação de 45% e é desaprovado por 44% do eleitorado.

Comentários

Em respeito a Legislação Eleitoral, os comentários estão temporariamente suspensos.

error: Conteúdo Protegido !!