Bastidores

Divórcio: PT nacional rompe com João Azevedo

20 de outubro de 2020 às 12h58

A última corda foi quebrada. O elo que ainda existia entre o PT nacional e o governador João Azevêdo (Cidadania) foi para o arquivo.

E pelas mão da presidente Gleisi Hoffman. Dela, partiu a iniciativa do divórcio em declaração ao Blog do jornalista Wallison Bezerra, no Portal MaisPB.

Ao comentar a decisão judicial que suspendeu a “intervenção democrática” diretório de João Pessoa, para garantir o latrocínio da candidatura de Anísio Maia, a dirigente nacional espalhou estilhaços.

Em bom português, assinalou que o PT não participaria de “uma armação do Governo da Paraíba e da direita para prejudicar Ricardo Coutinho”.

Arrebentou de vez a relação. Na briga entre a nacional e o PT pessoense, sobrou até para quem não meteu a colher.

Comentários

Em respeito a Legislação Eleitoral, os comentários estão temporariamente suspensos.

error: Conteúdo Protegido !!