Bastidores

Ouça: Julian acredita que ‘ferida’ entre Bolsonaro e PSL ainda tem cura

14 de outubro de 2020 às 19h15

Quando um não quer dois não brigam. O casamento arruinado entre o presidente Bolsonaro e o PSL ainda pode ter reconciliação. A opinião é do vice-presidente nacional da sigla, o deputado federal Julian Lemos (PSL-PB).

Ao Programa Hora H, da Rede Mais Rádio, Lemos disse não guardar mágoas do presidente e atribuiu a terceiros o desentendimento entre o chefe da Nação e o partido pode ser superado. “O coração do presidente ainda está no partido”, expressou.

Para Julian, a ferida aberta pode ser cicatrizada.

“Eu sou o que mais perdeu por ser injuriado. Eu não guardo ressentimento que atrapalhe o crescimento do Brasil. O País não pode suportar uma briga estúpida”, criticou, chamando o confronto de “divisão inútil”.

Ouça:

Comentários

Em respeito a Legislação Eleitoral, os comentários estão temporariamente suspensos.

error: Conteúdo Protegido !!