Opinião

Começou o segundo tempo da campanha

27 de setembro de 2020 às 13h22 Por Heron Cid

Na burocracia eleitoral diz-se que a campanha oficialmente dita foi deflagrada neste domingo, desde a zero hora.

Pura formalidade.

A eleição começou e faz tempo. Na nossa etiqueta eleitoral existe uma jabuticaba bem brasileira, com nome e tudo, a tal pré-campanha e os pré-candidatos.

Só não contam com o número da urna e não podem, abertamente, pedir voto. O resto, tudo pode: caminhadas, reuniões, entrevistas, corpo a corpo.

Mas, digamos, que hoje é o marco de uma nova fase da campanha, onde pode-se mais. O que era subliminar agora é aberto e explícito.

O dia 27, na verdade, é a contagem regressiva. Estamos a menos de 50 dias do veredito das urnas.

Com cores, slogans, debates e presença, os candidatos partem para a ofensiva. Encontrarão em campo um eleitor na retranca.

Suplantar essa defesa, com habilidade nas propostas e jogo limpo nas atitudes, é o desafio para quem quer chegar ao gol.

Comentários

Em respeito a Legislação Eleitoral, os comentários estão temporariamente suspensos.

error: Conteúdo Protegido !!