Brasas

Coadjuvantes no poder, vices estrelam na reta final das convenções

14 de setembro de 2020 às 16h59

No exercício do poder vice é quase sempre figura acessória, mas em eleição eles viram estrelas. Para manter a tradição, a véspera das convenções botam os vices nas vitrines.

Em João Pessoa, Léo Bezerra (Cidadania) é o de Cícero Lucena, tenente-coronel Ramalho é o de Raoni Mendes (DEM), Major Milanez de Nilvan Ferreira (MDB), Leila Fonseca (Patriota) será a de Wallber Virgolino (Patriota), José Gadelha Neto (PSC) foi o escolhido de Ruy Carneiro (PSDB) e Marianna Feliciano (PDT) será a companheira de Edilma Freire. Anísio Maia (PT) escolheu Percival Henriques (PCdoB). Só o PSB (se disputar) está com a vaga em aberto.

Em Campina Grande, foi apoteótico o anúncio de Lucas Ribeiro (PP) na vice de Bruno Cunha Lima (PSD). A escolha de Tatiana Medeiros (MDB) na vice de Inácio Falcão (PCdoB) mereceu entrevista coletiva. Annelise Meneguesso (PSL) é o trunfo de Bolinha (PSL). Ana Cláudia ainda posterga a definição.

Comentários