Ponto de Interrogação

Até quando vai durar o silêncio de Diego Tavares?

6 de agosto de 2020 às 15h33

Desde quando o secretário Zennedy Bezerra (PV) anunciou predileção por Edilma Freire, num prenúncio da decisão de Luciano Cartaxo, Diego Tavares se mantém em silêncio. Nada de entrevistas. Nem anunciou apoio e nem rompimento. Mantém o suspense, embora a postura seja própria de quem está pronto para desembarcar do grupo.

Comentários