Brasas

O silêncio de Vítor

26 de junho de 2020 às 17h19

O prefeito de Cabedelo, Vítor Hugo (DEM), não vai polemizar com o Cidadania sobre a sucessão na cidade. Ele decidiu não colocar combustível na fogueira da insatisfação do partido presidido por Ronaldo Guerra no Estado e por Murilo Galdino no município. Indagado sobre o movimento do partido, que esperava indicar a vice na chapa e decidiu articular candidatura própria, Hugo optou pelo silêncio.

Comentários