Bastidores

VLT em Campina: vereador critica ‘queda de braço’

11 de julho de 2019 às 11h03
Em 2010, Olímpio Oliveira propôs estudos e o então prefeito Veneziano Vital mandou fazer

Um dos primeiros políticos a levantar a viabilidade de um VLT em Campina Grande, o vereador Olimpio Oliveira criticou, hoje, a ‘queda de braço’ entre a Prefeitura Municipal de Campina Grande (PMCG) e o Governo do Estado pela autoria da implementação do projeto do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) na cidade. Ele defendeu a união das forças políticas para concretização do projeto. “Torço para que, finalmente, o trem entre na linha”, conclamou.

Comentários