Opinião

Dos males, o maior

6 de abril de 2020 às 16h45 Por Heron Cid

Os dados não deixam mentir. A última pesquisa Data Folha traz uma radiografia e duas grandes constatações.

A maioria dos brasileiros, 76% mais precisamente, confia no trabalho do ministro Henrique Mandetta e na orientação de permanecer em casa.

A política de isolamento social, horizontal, frise-se, tem o referendo popular, mesmo com toda movimentação contrária do presidente Jair Bolsonaro.

É o primeiro caso em que o governo faz a oposição.

Apesar dessa flagrante contradição, dos inúmeros deslizes e de 51% achar que Bolsonaro atrapalha mais do que ajuda, 59% dos brasileiros são contra uma eventual renúncia do presidente.

A mensagem é explícita.

O Brasil elegeu o coronavírus como inimigo maior a ser combatido. Tanto que continua admitindo até conviver com males menores em nome da saúde e da normalidade institucional.

Mas Bolsonaro – que continua tendo razoável apoio popular – não pode abusar da sorte. Os números recomendam cautela.

Comentários